1

Design De Slides: 7 Passos Para Uma Apresentação Incrível

9 minutos para ler
admin
Por Marketing

Engana-se quem pensa que criar uma apresentação é apenas organizar ideias com um design de slides bonito. Essa tarefa pode parecer simples, mas envolve muitos detalhes.

No entanto, alguns princípios básicos podem guiar quem encara essa empreitada. 

Independentemente do objetivo — seja expor o negócio em grandes eventos, treinar funcionários ou conquistar parceiros e investidores — toda apresentação precisa ter um objetivo: engajar o público e gerar resultados.

Portanto, confira algumas dicas para que suas apresentações conquistem o equilíbrio perfeito entre um bom design de slides e um conteúdo assertivo! Boa leitura! 

7 passos para um design de slides memorável

Mais do que 7 passos, aqui você conhecerá os princípios essenciais para a criação de apresentações fora da curva. 

Ah! E ao final do texto temos uma dica bônus. Acompanhe!

1. Conheça a audiência antes de pensar no design de slides

O primeiro passo para escolher os modelos de slide é saber com quem você falará. 

Compreender o campo de atuação, a experiência e as expectativas do seu público é fundamental para definir a linguagem adequada e a melhor maneira de organizar as ideias.

Além disso, é de grande importância saber o que você pretende com a sua apresentação. Quer transmitir conhecimento? Apresentar um produto ou serviço? Explicar um assunto?

Isso tudo precisa estar claro para você antes de colocar a mão na massa, ok?

2. Menos é mais: não polua a sua apresentação

Os slides têm o objetivo de auxiliar durante sua apresentação, não o contrário. Lembre-se: você é o protagonista durante uma palestra e não o seu ppt!

Portanto, nada de encher as telas com muitos textos e imagens. A simplicidade e a objetividade devem predominar. 

Cuidado com sua paleta de cores

Seus slides devem ser agradáveis aos olhos da sua audiência. Pensando nisso, escolha uma paleta de cores e utilize-a em todos os slides. A unidade visual integra o design com o posicionamento da sua marca. 

Evite, ainda, o uso de muitas cores e tons chamativos. Tonalidades sóbrias proporcionam conforto e facilitam a leitura.

Aposte nos “espaços em branco”

Já ouviu falar de “espaços em branco”? Também chamados de “negativos”, eles são áreas sem textos ou imagens. Ah, é importante mencionar que eles não são necessariamente brancos sempre, ok? 

Com isso, você direciona o foco do seu público para os elementos mais importantes do seu discurso. Use esses espaços próximos às imagens e às palavras que você quer destacar. 

Assim, você evita sobrecarga visual e produz uma apresentação eficaz, que atenda exatamente às suas necessidades. Faça sempre uma revisão dos seus slides para eliminar todo excesso de informação.

Quanto menos texto, melhor

Você já sabe que menos é mais. Então, lembre-se disso ao selecionar o texto que vai para os slides. O excesso de informação compromete a apresentação. Use apenas palavras-chave e frases estratégicas para guiar a sua fala. 

Telas agradáveis, um discurso bem preparado e a sua postura são tudo o que você precisa para conquistar seu público!

Aliás, já que nós estamos falando em texto, outro ponto importante é o uso correto da língua portuguesa. Deslizes de ortografia diminuem a credibilidade e podem causar constrangimento. 

Revise tudo e peça para que outra pessoa revise também. Um olhar diferente poderá detectar erros que você não encontrou por estar com uma visão “viciada”. 

Um assunto por design 

Para manter a organização, separe os assuntos por slides. Assim, além de simplificar as informações, você facilita o entendimento. Distribua os dados de forma que façam sentido e fiquem legíveis na tela. 

Escolha a melhor ferramenta para a sua apresentação

Por fim, encontre a ferramenta perfeita para ajudar você a atingir o seu objetivo.

Além do PowerPoint há o Photoshop, o Prezi, o Canvas e muitos outros programas. Encontre o melhor para você e use as funcionalidades disponíveis para destacar visualmente as informações mais relevantes para o seu público.  

3. Identidade visual é tudo em um design de slides

A identidade visual é a forma como sua marca se apresenta para os seus diversos públicos. Ela deve refletir seus valores, seu posicionamento e sua visão de mundo. Em uma apresentação de slides não é diferente.

Não abandone a identidade visual

Sabemos que, ao montar uma apresentação, muitas vezes a pessoa pode querer inovar, reinventar a roda, fazer tudo da forma como acha mais bonito e melhor. Mas esse não é o melhor caminho.

Criar uma apresentação que não leva em conta o brand da sua empresa é como dar um tiro no pé! Parece dramático, mas é a realidade. Afinal, como sua audiência vai assimilar o conteúdo apresentado à sua marca?

Ter uma identidade visual é muito importante, mas isso não quer dizer que o design de slides não possa ser dinâmico. Mantenha um padrão, mas mude a aplicação dos elementos nas telas. 

Ebook IDENTIDADE VISUAL: COMO ISSO INFLUENCIA EM SUAS APRESENTAÇÕES?Powered by Rock Convert

Você pode usar fundo escuro e fonte clara para a introdução e o inverso para o restante das telas, por exemplo. Use a imaginação mas tenha cautela para manter a coesão entre os slides. 

Estabeleça uma hierarquia visual

Hierarquia visual é, basicamente, a organização do seu conteúdo no slide. Não basta apenas fazer uma peça criativa: detalhes como contrastes, posições e tamanhos fazem parte de uma comunicação mais efetiva. 

Isso pode ser feito, por exemplo, colocando negrito em palavras que deseja destacar ou utilizando ícones para estabelecer a ordem da leitura. Por meio de técnicas como a de gatilhos mentais você também pode trabalhar melhor as informações para ter a atenção desejada do seu público.

Evite transições de slides diferentes

Se você acrescentar algum efeito na transição entre os seus slides, use o mesmo em todos eles. Colocar um movimento diferente a cada vez que a sua apresentação muda é cansativo e pode tirar a beleza do seu design de slides.

4. Imagens são um poderoso recurso 

Sim, uma imagem fala mais que mil palavras e elas ajudam a estimular os sentidos da sua audiência. Vale a pena apostar nelas, mas é preciso tomar alguns cuidados. Saiba mais!

Cuidados especiais com o uso de imagens

Não se esqueça de manter a harmonia. Para ter um resultado positivo, é preciso que as imagens combinem com as cores e fontes. 

Além disso, também é indicado escolher imagens vibrantes: elas serão um excelente suporte para você e enriquecerão o seu discurso, já que são memorizadas mais facilmente do que textos. 

As imagens devem representar o que você diz. Por isso, não tenha medo de ousar, destaque-se! 

Devemos ressaltar que é preciso atentar-se para os detalhes técnicos das imagens. Sempre opte por fotos com alta resolução e certifique-se de que elas não tenham restrição de uso por conta de direitos autorais.

Descarte qualquer coisa que distraia a sua audiência. Antes da apresentação, reveja se todas as imagens são realmente necessárias e elimine os excessos.

5. Aposte em explicações visuais

Sempre que possível, inclua explicações visuais para ilustrar o ponto de vista defendido. Assim, você também diminui o uso de elementos textuais.

Em vez de escrever o dado de uma pesquisa, por exemplo, use um gráfico ou imagem que retrate a experiência. Nesse sentido, os infográficos são ferramentas valiosas. 

Aposte nos infográficos

Você já deve ter tido contato com eles em sua empresa por outras apresentações ou em algum artigo que tenha lido na internet. Se for interessante para a sua apresentação, vale a pena usar. 

Importante lembrar: é necessário que você aplique no infográfico a sua identidade visual. Dá trabalho, mas certamente deixará sua apresentação mais consistente.

6. Tipografias dão forma à sua mensagem 

Acrescentar fontes muito rebuscadas dificulta a leitura, o que prejudica a compreensão. 

Teste diversas fontes e veja qual fica mais nítida. Além disso, não se esqueça: nada de misturar várias tipografias. Depois de escolher uma composição, você deve usá-la em todos os slides.

A dica é escolher fontes simples, que tenham uma leitura fácil. Se possível, utilize a fonte padrão do manual de identidade de sua marca.

Claro, se o seu manual de identidade visual indicar as fontes, não é nem mesmo preciso ter esse trabalho.

7. Planeje-se

A criação dos slides deve ser a etapa final do processo de desenvolvimento, a prioridade é pensar na mensagem principal. Afinal, não adianta ter slides lindos se o seu conteúdo não for bem desenvolvido. 

O passo a passo, você já sabe: conheça o seu público-alvo, construa sua história, faça o planejamento de cada tela estruture seus slides. Para isso, coloque tudo no papel.

Parece ser mais trabalhoso, mas você conseguirá montar sua apresentação com mais agilidade se seguir um roteiro. Saiba exatamente o que vai falar em cada tela, dedique-se a cada detalhe

Palavras, imagens, ideias… A mistura de cada fragmento pode atingir o seu público da melhor (ou da pior) maneira. 

Montar uma apresentação não é apenas colocar textos e imagens em telas. É uma construção, quase uma colcha de retalhos. Você costura cada elemento para ter um resultado que passe a mensagem certa. 

Dica bônus: apresente seu conteúdo com a ajuda do storytelling

Não adianta apenas jogar as informações nos slides em branco: uma boa apresentação precisa ter começo, meio e fim. 

Ela deve contar uma história que tenha total coerência com o que é dito por você. Nossa dica de ouro é: utilize as técnicas de storytelling, elas são muito úteis para construir o seu material e a sua narrativa.

Coloque em prática o que aprendeu aqui e veja a diferença. Quanto mais você se dedicar ao design de slides, melhor será a sua comunicação.

Gostou dessas dicas? Você também pode planejar e organizar uma apresentação profissional. Smartalk e Trello dão algumas dicas imperdíveis para você se destacar.

Vai sair de mãos vazias?

Baixe o nosso Guia de Apresentação de Impacto

E veja na prática como criar apresentações impactantes que vão surpreender o seu público!
BAIXAR AGORA
close-link