1

Eventos corporativos: O guia COMPLETO

24 minutos para ler
admin
Por Marketing

Os eventos corporativos estão entre os melhores momentos para profissionais de diferentes empresas compartilharem conhecimento e experiências. São neles que, muitas vezes, grandes conexões são criadas e ótimas oportunidades de negócio nascem.

Sem dúvida, é preciso diferenciar-se cada vez mais, para se destacar no mercado. É por isso que os eventos corporativos apresentam-se tão importantes, pois unem a possibilidade de networking, com o reconhecimento da empresa como referência.

Ao criar um evento, a marca ganha automaticamente uma dimensão espontânea, principalmente se ele for bem divulgado.

Porém, um evento corporativo também pode ser útil para o lançamento de novos produtos e serviços, criando uma tradição na própria empresa. 

Os motivos para organizar um evento corporativo podem variar de empresa para empresa. Em pesquisa realizada nos EUA, foi constatado o seguinte:

  • 72% das empresas organizam eventos corporativos para aumentar o engajamento do cliente;
  • Enquanto 28% das empresas organizam eventos corporativos para o aumento do engajamento dos funcionários, com a realização de treinamentos, por exemplo.

Se a sua empresa está querendo entrar nesse universo, neste guia, você entenderá melhor sobre os tipos de eventos corporativos.

Saiba como pensar e executar o seu planejamento, para garantir o sucesso do evento que será realizado. Confira!

O que é um evento corporativo? 

Powered by Rock Convert

Pode-se definir um evento corporativo como uma experiência voltado a empresas, profissionais e instituições. Além disso, nesse formato, o objetivo principal envolve o networking, troca de conhecimento, fomento às negociações e ao setor em questão.

Portanto, trata-se de um tipo de evento voltado ao conhecimento e direcionado a um público específico. Um seminário de Direito Trabalhista promovido por um determinado escritório de advocacia para profissionais da área, por exemplo, é um evento corporativo.

Da mesma forma, um evento de dois dias que reúna toda cadeia produtiva de determinado setor, promovendo palestras, workshops e rodadas de negócios, também se enquadra no conceito. 

Portanto, quando se trata de um evento corporativo, o importante é promover a interação e o conhecimento profissional.

Conheça os 11 principais tipos de eventos corporativos 

Embora tenha sido apresentada a definição do que é um evento corporativo, essa questão não se limita em poucas palavras.

Isso porque, na verdade, existem 11 tipos de eventos corporativos. Sendo assim, é importante conhecer melhor cada um deles.

1. Congressos

Esse é um dos tipos de eventos corporativos mais fáceis de serem compreendidos. Normalmente, ocorre em poucos dias – no máximo uma semana – e reúne profissionais de referência de determinado setor. 

O objetivo principal aqui é a troca de conhecimento. Para isso são programadas diversas atividades, tais como: 

  • Palestras;
  • Oficinas;
  • Debates;
  • Entre outros. 

Em um congresso sobre comunicação, por exemplo, pode haver um tema central e, a partir disso, a apresentação de vários trabalhos. Ou, então, criam-se painéis para subdividir o tema.

Os congressos possuem um caráter mais científico, acadêmico e cultural. Por isso, inclusive, é muito comum entre os estudantes, mas também em entidades representativas, para promover o networking e debater sobre novidades da área.

O Fórum ABRH é um exemplo de congresso da área de Recursos Humanos, voltado a profissionais do setor, com a discussão de temas e novidades. 

2. Convenção

As convenções também são muito comuns entre os eventos corporativos. Apesar de se assemelharem aos congressos, é preciso saber diferenciá-los. 

Na verdade, a ideia nesse tipo de evento possui um foco menor na troca de conhecimento científico em si, sendo mais voltado para a troca de experiências.

Sendo assim, as convenções são muito comuns entre empresas de diversos segmentos de mercado. Elas são uma forma de aproximar os diversos colaboradores que envolvem a marca ou até mesmo o caso de outras entidades.

Um exemplo de convenção foi o MAP 2.0, organizado pela Galderma, que apresentou as novidades e inovações relacionados ao tratamento de pacientes da Medicina Estética.

3. Seminários

Assim como os congressos, os seminários também são voltados à troca de conhecimento. Porém, eles têm uma vertente mais prática, pois as palestras tendem a estimular os participantes em diversas atividades.

Nos seminários também há uma característica marcante, que é o debate. Normalmente após as palestras/atividades, abre-se um espaço para a troca de ideias e exposição de dúvidas em volta do especialista que falou ao público.

No caso do seminário, é importante atentar-se ao tema, que deve ser bem definido. Além disso, os palestrantes também precisam ser considerados especialistas nos seus temas para obter um bom engajamento.

Um exemplo de Seminário de sucesso é o ID 360, organizado pela Buscar ID, e que reuniu alguns dos principais nomes de Marketing e Vendas do Brasil, fomentando ricas discussões sobre o tema.

4. Workshops e oficinas

Na ponta da língua, “oficina” é a tradução de “workshop”. Mas você pode encontrar esse tipo de evento corporativo com ambas as denominações.

Conforme se pode imaginar, os dois exemplos referem-se a eventos corporativos onde o aprendizado e o desenvolvimento de certas habilidades e conhecimentos é o maior foco.

Normalmente, um workshop tem uma dinâmica diferenciada e é realizado em pequenos grupos. O objetivo é que o participante aprenda sobre, mas também possa praticar aquilo. Assim, a interação é muito maior!

Esses são eventos realmente voltados ao treinamento e que podem ter vários intuitos. Um workshop de marketing de conteúdo, por exemplo, pode ensinar técnicas para aumentar o engajamento. Portanto, tem um caráter mais profissional, mas isso não é uma regra.

No geral, o ambiente em um workshop é menos formal, o que favorece também a interação. Por isso, é um ótimo momento para fazer novos contatos com pessoas do mesmo interesse.

Temos um artigo completo sobre Workshops, para acessá-lo, basta clicar AQUI.

5. Roadshows

Conforme o nome já diz, são eventos “on the road”, ou seja, itinerantes. Eles podem ser edições de um grande evento em várias cidades, por exemplo.

Em geral, são eventos de um dia ou dois que passam por mais de uma localidade, normalmente visando divulgar algo. 

É muito comum em feirão de automóveis, mas também há outros exemplos. Por exemplo, as feiras do setor de cosméticos ou calçados, que rodam o país todo.

Mesmo que esse tipo de evento corporativo vise divulgar algo, é preciso entender que ele deve ter uma atração a mais. Afinal, o “show” em seu nome não é por acaso. Sendo assim, deve ter algum atrativo, seja através de palestras ou mais do que isso.

Um grande exemplo de Roadshows são os eventos TED Talks, que já aconteceram em centenas de cidades do mundo inteiro.

6. Simpósios

Os eventos corporativos que normalmente possuem um apresentador ou mestre de cerimônias são considerados simpósios. Mas, é claro, precisa ter mais do que isso, como um tema principal a ser abordado para especialistas.

Normalmente os participantes de um simpósio podem participar através de perguntas que são explanadas pelo moderador. O evento também pode ocorrer em forma de debate como uma mesa-redonda.

Powered by Rock Convert

7. Mesa-redonda

Apesar de poder estar presente em congressos, seminários ou simpósios, a mesa-redonda também é um tipo específico de evento corporativo. 

O que difere é que nesse caso não há mais explanações. Ou seja, o tempo é inteiramente dedicado ao debate e troca de ideias entre todos da mesa.

É comum também a presença de um moderador nesse caso. Isso porque ele evita que o debate se perca ou saia do controle, o que muitas vezes pode acontecer.

A composição da mesa-redonda é formada por especialistas no tema que será tratado para aumentar o interesse dos convidados. Além disso, é possível que se abra oportunidade de o público participar com perguntas à mesa.

8. Feiras

As feiras caracterizam-se como eventos corporativos, principalmente quando voltadas a apresentação de serviços e produtos. Um evento que reúne fornecedores da área de decoração pelo fim de semana, por exemplo, é uma forma de divulgar e reunir o setor.

Ou seja, normalmente em eventos como esse comparece quem é exclusivamente interessado nesse tema. O objetivo é aproximar principalmente a cadeia produtiva, promovendo um networking com grande potencial. 

Por isso, é normal que tenha uma área de exposição onde todos possam acompanhar os expositores.

As feiras também podem incluir oficinas e palestras. Além disso, em alguns casos há outras atividades paralelas como um seminário.

O Rock in Rio Academy, que apresenta as novidades e inovações de um dos maiores eventos musicais do mundo, é um grande exemplo de feira como evento corporativo.

9. Treinamentos e cursos

Treinamentos também podem ser eventos corporativos, especialmente dentro da própria empresa. Nesse caso, os treinamentos costumam ser curtos, apenas algumas horas.

A ideia é tratar de algum tema específico. Assim, é possível melhorar a capacidade da equipe e aproveitar para promover a interação entre os colaboradores. 

Além disso, podem ser treinamentos variados, até mesmo para diminuir o estresse na equipe.

Por vezes, um treinamento é realizado com algum especialista convidado. Porém, pode ser realizado por alguém da própria empresa que esteja em um cargo superior.

10. Palestras

Um dia de palestras pode ser enriquecedor como um evento corporativo. Elas podem ter vários temas e objetivos, sendo até mesmo motivacionais para estimular a equipe ou mais técnicas.

Além disso, vale considerar que podem ser fechadas ou abertas ao público. Tudo dependerá do que se pretende com as palestras, que não precisam estar ligadas diretamente à empresa, mas com foco no setor em que se atua.

Palestras são comuns em congressos e seminários, mas nem precisam estar ligados a eles. É mais comum que seja planejado um dia inteiro com palestras.

O evento Crie o Impossível, que levou a experiência e o conhecimento do empreendorismo à milhares de jovens de escolas públicas de Belo Horizonte – MG, é um poderoso exemplo de palestra como evento corporativo.

11. Conferências

As conferências são muito características em eventos corporativos. Inclusive, elas são muito parecidas com reuniões, onde especialistas reúnem-se para debater por certo tempo.

É comum que esse tipo de evento tenha um mediador, ou conferencista, como é chamado. Ele tem a função de mediar os debates, apresentando dúvidas do público.

Vale considerar também que conferências costumam ser destinadas a públicos mais fechados. Ou seja, públicos que realmente tenham interesse e conhecimento daquele assunto.

Um exemplo que podemos apresentar de conferência é o Connect Samba, que reuniu diversas empresas da área a tecnologia e da comunicação, para discussões enriquecedoras sobre o mundo corporativo.

8 motivos para a sua empresa participar de Eventos Corporativos

Não é necessário ser uma grande empresa para investir em eventos corporativos. Toda companhia pode apostar na estratégia, especialmente considerando os benefícios de um evento corporativo.

Mas, muitos se questionam: Quais os benefícios de um evento corporativo? Porque o empreendedor deve comparecer?

Listamos 8 motivos que explicam porque a sua empresa precisa participar de eventos corporativos.

1. Melhora o reconhecimento da sua marca

Estar presente em eventos possibilita reforçar o valor da sua marca e fortalecer o posicionamento do seu negócio, além de se relacionar com novos contatos e seus potenciais clientes.

Essa alternativa é bastante interessante no momento de entrada em um novo mercado com associação a uma marca é mais estabelecida. 

Todavia, como é um elemento pouco mensurável em longo prazo, essa justificativa pode gerar uma maior probabilidade de sofrer cortes em períodos de crise. 

Por isso, busque fazer associações dos eventos com outros objetivos principalmente em conhecer novas pessoas.

2. Aumenta o seu networking

O networking significa capacidade de estabelecer uma rede de contatos com outras pessoas. Esses contatos podem servir de suporte, já que você entra em contato com pessoas de interesses semelhantes.

Com a presença da empresa nos eventos, as chances de fechamento de parcerias serão maiores, pois esse é o objetivo de boa parte das presentes, sendo considerado o maior retorno desse investimento.

Além das oportunidades de conseguir novas parcerias você também será notado entre as outras pessoas.

Agora que você já sabe que todos os participantes têm interesses em comum. A comunicação com essas pessoas fica mais fácil, principalmente para oferecer produtos ou serviços para resolver os problemas dos clientes.

3. Te deixa atualizado sobre o mercado

Dada a frequente mudança tecnológica no seu dia a dia, o profissional que frequenta eventos fica atualizado com as tendências do mercado, sendo algo crucial para a competitividade de qualquer empresa.

Além de conhecer as novidades tecnológicas, os eventos são espaços para encontrar grandes especialistas, com ideias inovadoras que podem, podendo servir de ajuda para mudar os rumos da empresa.

4. Aumenta o aprendizado

Os eventos corporativos podem ser uma opção de aprendizado.  Esses eventos são bastante eficazes para aquisição de um conhecimento adquirido rapidamente. 

Algo que cursos, ou leituras fragmentadas, mesmo que diariamente, podem não ser tão efetivas quanto.

Imagine que todo o conhecimento dividido em partes, em milhares de blogs, disponíveis ali, resumidamente.

Eles são transmitidos com linguagem direta e compacta. Um ambiente com várias pessoas que trocam ideias, possibilita uma rápida assimilação do conteúdo. 

Dessa forma, o investimento acaba sendo até baixo, comparado a quantidade de conhecimento adquirido com os eventos.

5. Qualifica o processo de venda

Empresários que conseguem participar de eventos corporativos sabem que é comum encontrar pessoas que podem ser potenciais contatos comerciais ou clientes já conhecidos.

Além de ser uma boa oportunidade de conhecer pessoas com as quais sua empresa só mantém um relacionamento a distância, pode ser interessante para estreitar relações comerciais e até mesmo trabalhar na fidelização do cliente.

Se você comunicar com esse potenciais clientes no evento, seus potenciais clientes ficarão mais engajados e certamente vão te procurar, facilitando toda jornada de venda.

6. Renova suas energias

Os eventos são grandes oportunidades para adquirir conhecimento, conhecer novas pessoas e buscar soluções para melhorar seus processos e aumentar as vendas no mercado.

Depois de estar em eventos corporativos, você passa a sentir que todo aprendizado pode ser aplicado, não apenas pela crença, mas também pelas técnicas, soluções e dicas apresentadas.

7. Permite promover novos produtos e serviços

Além de manter contato com pessoas, os eventos podem ser oportunidade para promover novos produtos, sendo um teste para vendas em outros pontos de venda e chamar a atenção dos clientes.

Tendo em vista esse benefício, o evento pode incluir amostras dos produtos oferecidos, demonstrações, sorteios entre outras atividades.

8. Avalia o estágio da empresa no mercado

Por meio da conversa com outros profissionais e clientes, os eventos são excelentes formas de avaliar as condições das empresas em relação à concorrência.

Com as taxas de conversão vendas e geração de leads dos seus concorrentes diretos e práticas fornece uma visão muito interessante sobre os resultados e os próximos passos da sua companhia.

Portanto, participar de eventos ajuda como parte do crescimento da empresa.

Pois eles vão aumentar a visibilidade da empresa, gerar novas oportunidades de vendas, parcerias, e compartilhamento de informações com profissionais da área. Agregando maior valor intelectual para o empreendedor.

Ademais, empresas que participam de eventos corporativos ficam bem posicionadas e fortalecidas no seu mercado. E isto é o que as grandes companhias conseguem fazer para crescer.

Como planejar os eventos corporativos de sua empresa 

Antes de realizar um evento corporativo, é preciso saber como planejá-lo. Portanto, é importante entender como funciona um evento desse tipo e os seus principais pontos.

Para isso, seguir alguns pontos como uma cartilha pode auxiliar na tarefa do planejamento. Isso inclui desde o orçamento do evento até a divulgação dele nas redes sociais, por exemplo. 

Pois tudo isso é o que forma o sucesso dele, conforme você verá a seguir.

Defina o seu orçamento

Saber quanto você possui para investir é indispensável! Na verdade, esse será o ponto de partida para qualquer evento.

O ideal é organizar em planilhas o orçamento total e subdividir nas áreas que se necessita gastar no evento. 

Assim, será possível visualizar como cada dinheiro será investido e inclusive onde é possível ou não economizar.

Invista na decoração do evento

Sem dúvida, a decoração é o cartão de visita de um evento. Será provavelmente a primeira impressão que qualquer pessoa terá ao chegar ao local, por isso é importante investir e se preocupar com esse quesito.

Levando em conta os eventos corporativos, deve-se pensar também em uma decoração harmônica, principalmente se for um evento formal. 

Portanto, não deixe isso de lado!

Escolha bem o local

Um evento corporativo pequeno pode acontecer na própria empresa, mas eventos maiores exigem um planejamento diferenciado. Isso inclui o local do próprio evento, obviamente.

O tamanho do local dependerá principalmente do orçamento que houver disponível. Ainda, é preciso pensar em um local que possa unir segurança, facilidade de locomoção, entre outros fatores. 

A estrutura oferecida pelo lugar também será importante, especialmente se forem necessários computadores, microfones, projetores, entre outros equipamentos.

Mime o seu público com brindes

Colocar a sua marca em um brinde é uma ótima forma de não ser esquecido. Por isso, um evento deve sempre que possível oferecer brindes personalizados.

Atualmente, mesmo quando se há pouco orçamento, é possível planejar bons brindes e distribuí-los nos eventos corporativos. 

Alguns dos mais comuns são os pen drives, canetas, blocos de anotações, entre outros.

Não se esqueça dos fornecedores

Os fornecedores também são parte essencial de um evento. Portanto, contar com uma lista confiável de fornecedores pode evitar uma série de imprevistos. 

Afinal de contas, eles se constituem como ponte entre a sua marca e o seu público-alvo.

8 dicas para Eventos Corporativos: Conheça o que dizem os especialistas sobre a organização de eventos corporativos de sucesso

Para se ter uma ideia do poder dos eventos corporativos, segundo a Bizzabo, 84% dos líderes das empresas acreditam que os eventos são componentes fundamentais para o seu próprio sucesso profissional. Bem como o de sua empresa.

Além disso, em 2018, segundo a AdStage, os eventos corporativos foram utilizados por 68% das empresas B2B dos EUA, para a geração de leads qualificados.

Mas, o que caracteriza um evento corporativo de sucesso?

Esta foi a pergunta que fizemos a 5 especialistas em diversas áreas:

E, a partir das respostas deles, listamos 8 dicas para eventos corporativos. Você confere a seguir:

1. Os eventos corporativos de sucesso contam com conteúdo de qualidade

“Conteúdo realmente alinhado com o perfil e o nível de conhecimento do público. Gosto de sair com a sensação de que realmente aprendi coisas importantes para o meu desenvolvimento pessoal e de que não perdi tempo.”

Todos os especialistas com os quais conversamos tocaram nesse aspecto em particular. E isso não é por acaso.

Afinal, o conteúdo de qualidade é um dos principais pontos que faz com que as pessoas se sintam atraídas para participar de eventos corporativos.

Porém, quando pensamos em conteúdo, não estamos falando apenas do tema principal. Ou de todos os temas correlatos que podem ser abordados. Mas sim, do que está sendo dito.

As pessoas, em eventos, buscam conteúdo de alta qualidade, mas que ao mesmo tempo seja prático e fuja da simples apresentação de conceitos. Cases, situações reais, com contexto e baseados em dados!

2. Convide palestrantes relevantes e de qualidade

“Primeiramente, o evento precisar ter bons palestrantes…”

Para que o evento corporativo que você estiver organizando tenha sucesso, é preciso que os palestrantes sejam referências profissionais nas áreas das quais irão palestrar.

Image, por exemplo, dois eventos corporativos, cujo o tema seja Marketing Digital. Em um, o palestrante convidado é um excelente profissional da área. Já no outro, o palestrante convidado é um especialista do Google.

Certamente, o segundo evento, com o especialista do Google, chamará mais a atenção dos profissionais desta área.

Por isso, pense em um lineup que conte com profissionais que são referência no que fazem e que ajudem a promover o seu evento, ao participarem dele.

3. A performance é um aspecto fundamental para bons eventos corporativos

“Se for conteúdo conceitual, aí precisa ser passado de uma maneira bem marcante e que realmente estimule inspiração e imaginação.”

Porém, apenas convidar palestrantes que sejam referências em sua área profissional não é suficiente para a realização de eventos corporativos de sucesso.

Também é fundamental que esses profissionais convidados sejam bons palestrantes, em relação a conteúdo, materiais utilizados — como slides, por exemplo — e também na performance da apresentação.

Não adianta ter um conteúdo incrível, se as pessoas não conseguirem assimilar e extrair o máximo possível do que está sendo dito. Afinal, o que elas vão se lembrar é da experiência que tiveram ao longo do evento.

Na hora de escolher, conheça a performance dos seus potenciais palestrantes, veja outras apresentações deles. Peça uma prévia do conteúdo e construa uma narrativa em todo o evento que faça sentido.

Para entender como a Performance se encaixa em uma apresentação de impacto, conheça mais sobre a Metodologia CDP (Conteúdo, Design e Performance) clicando neste artigo AQUI.

4. Cuide da infraestrutura do evento

“Durante o evento: conforto, boa estrutura, organização, qualidade em equipamentos de som/vídeo, um bom coffee break (caso seja oferecido).”

Nesse ponto, podemos fazer uma lista de fatores que não podem faltar na estrutura de eventos corporativos:

  • Internet para atender ao número de participantes;
  • Pontos de energia para carregar computadores e notebooks;
  • Espaços disponíveis para intervalo — tanto para descanso, quanto para networking;
  • Boa estrutura de áudio e vídeo, que esteja preparada para imprevistos;
  • Equipes de apoio;
  • Material auxiliar, para ajudar a localização e organização dos participantes em relação às palestras e facilitar a locomoção pelo espaço do evento;
  • Esquema de tradução para palestrantes e participantes de outros países, seja por rádio ou de palco.

Basicamente, é preciso pensar em criar uma experiência agradável ao público que for comparecer ao evento.

Powered by Rock Convert

5. Pense na logística do evento corporativo

“É preciso ter definições do espaço do evento, logística, locomoção, e um ponto muito importante é a ALIMENTAÇÃO. Já passei por muitos eventos que pecam demais no espaço de alimentação, e isso é algo muito delicado.”

Um ponto importante para eventos corporativos, especialmente se eles comportam pessoas vindas de outras cidades, estados ou até países, é ajustar a logística para facilitar a vida desta parcela do público.

Por isso, uma dica é que o local do evento seja próximo de acomodações e hotéis, e que suportem a quantidade de pessoas presentes.

Além disso, também é preciso considerar aspectos como estacionamento e fácil acesso por transporte público.

Avalie, também, a alimentação dos participantes. Mais que fornecer ou não um coffee break, a ideia é que o público do evento tenha opções, durante todo o dia, para saciar a fome. E que essas opções de alimentação comportem confortavelmente o número de participantes.

6. Faça com que o evento entregue o que ele promete

“Palestras realmente pertinentes ao tema do evento.”

Uma das principais dicas para eventos corporativos: Não prometa coisas que você não poderá cumprir.

Essa é uma das maiores reclamações que as pessoas têm acerca de eventos corporativos: seja em conteúdo, em estrutura ou em qualquer outro aspecto da organização.

Se você disser que o seu evento tem trilhas avançadas, os participantes precisam sair exatamente com essa percepção. Já se você prometer grandes surpresas, as pessoas realmente precisam se sentir surpreendidas, ao final do evento.

É melhor ser realista e ter pessoas satisfeitas do que prejudicar a imagem do seu evento corporativo, o que será bem difícil de reverter, especialmente pensando em eventos recorrentes.

7. O preço para participar deve ser coerente com a proposta do evento

“Não me importo em pagar um pouco mais, para ter uma experiência e conhecimento que vale a pena. Por isso sempre bato na tecla de que QUALIDADE é mais importante que QUANTIDADE.”

Outras das principais dicas para eventos corporativos é: As pessoas não se importam de pagar um pouco mais para irem a um evento que atenda às suas expectativas e tenha conteúdo de qualidade.

Ou seja, se você atentar-se a cumprir com todos os pontos e cuidados que citamos neste artigo, as pessoas não irão se importar em pagar um valor que faça sentido, de acordo com o que será entregue.

Porque construir narrativas para seu eventoPowered by Rock Convert

8. Valorize o networking em seu evento

“O que faz com que eu tenha vontade de participar? Sem dúvidas, os profissionais que estarão presentes.”

Um dos principais fatores que motivam profissionais a participarem de eventos corporativos é a possibilidade de realizarem network com outros profissionais.

Por isso na hora de organizar eventos corporativo, crie espaços e momentos para o networking profissional.

Neste processo, parcerias estratégicas e uma divulgação feita para o público-alvo de forma assertiva são fatores diferenciais. Tudo para a criação de um ambiente de networking rico em seu evento corporativo.

Com todas estas dicas de eventos corporativos, você conseguirá organizar o seu próximo evento de modo que ele seja memorável e muito rico, para quem participar dele.

Conclusão

Planejar, orçar, executar: há uma série de etapas a se respeitar na hora de organizar um evento corporativo. Por isso, o ideal é sempre iniciar a preparação com antecedência e respeitando essas etapas.

Conforme você leu acima, é importante enquadrar o seu evento em algum tipo. Porém, isso não significa que você não pode variar. Inclusive, quanto mais eventos corporativos a sua empresa promover, mais referência ela ganhará. 

E lembre-se de que é possível promover desde palestras e workshops até conferências, de acordo com o orçamento que você possuir.

A dica é iniciar no mundo dos eventos corporativos. Ao adquirir experiência, isso se tornará um hábito e tradição na empresa.


Vai organizar eventos corporativos? A Smartalk é especialista nesse assunto! (Veja o que dizem os nossos clientes)

Nós te ajudamos a desenhar cada etapa da comunicação, desde o pré-evento, até os mínimos detalhes das falas no palco principal, para que seu evento conte uma história que engaje sua audiência, com uma série de estímulos planejados e coordenados.

Converse hoje mesmo com um de nossos consultores e transforme a experiência gerada pelos eventos de sua empresa!

Powered by Rock Convert

Não vá embora agora!
Veja como planejar eventos impactantes com esse  Kit gratuito!
........
Kit completo de checklists para você não perder nada na hora de planejar um um evento 
FAZER DOWNLOAD DO KIT
close-link