1

Comunicação estratégica e a sua importância em uma empresa

7 minutos para ler
admin
Por Marketing

A comunicação estratégica é um fator essencial para qualquer empresa que pretende se manter impactante no mercado, encantar clientes e construir um bom relacionamento com eles.

Entretanto, para que o desenvolvimento da companhia aconteça de maneira sustentável, existe a necessidade de constantemente analisar o modo como a sua cultura, produtos, serviços, colaboradores e parceiros se posicionam.

Sustentar um diálogo eficaz e duradouro com o público só é possível quando há uma transmissão de valores que permitam uma identificação e sintonia entre empresa e público e vice versa.

Para isso, é necessário estar alinhado e consciente do que são e quais são seus objetivos e missões.

A comunicação estratégica é aplicada justamente para que essas questões sejam solucionadas. Por isso, iremos explicar como ela funciona e qual a importância dela, para uma empresa, neste artigo. Confira!

O que é a comunicação estratégica nas empresas?

A comunicação estratégica pode ser definida como um conjunto de processos criados para tornar a comunicação empresarial mais eficiente em diferentes canais e para diferentes públicos, com suporte para o alcance dos seus objetivos globais.

Tomadas de decisões são baseadas nos dados obtidos diante de análises do comportamento de consumidores, ações de concorrentes e outros aspectos que demandam um diagnóstico mais cuidadoso.

Assim, elas promovem eventuais mudanças de percurso para que os propósitos pré-estabelecidos sejam atingidos.

Portanto, um planejamento envolve a segmentação dos públicos de interesse — stakeholders —, a avaliação e pesquisa sistemática do mercado em que se encontra e a utilização de recursos financeiros, tecnológicos e humanos para o desenvolvimento da estratégia a ser executada.

A comunicação estratégica é uma prática focada na valorização e propagação da cultura empresarial e seus valores para os clientes internos e externos.

A importância da comunicação estratégica

Ela auxilia na construção de um fluxo de trabalho integrado, de modo que diferentes esforços e visões estejam coesos entre todos os envolvidos.

É uma prática bastante eficaz para garantir que mensagens transmitidas sejam compreendidas por toda audiência, sem ruídos, com objetividade e transparência.

Planejamento estratégico

Uma dos grandes benefícios da comunicação estratégica é o incentivo ao pensamento e adoção de uma cultura de planejamento estratégico.

Isso porque, antes de traçar um objetivo, uma linha de raciocínio e planos de ações devem ser estabelecidos para que as metas sejam alcançadas e que o caminho correto seja percorrido.

Tanto o planejamento quando a comunicação estratégica também são cruciais para explicar seu negócio de forma clara durante rotinas de prospecção, atração, retenção de clientes e outros objetivos comerciais.

Diálogo com stakeholders

Dialogar com o público de interesse não se limita apenas aos clientes externos.

Clientes internos também são afetados por qualquer ação ou decisão tomada em uma empresa.

Por isso, é fundamental deixá-los a par das estratégias de comunicação adotadas, interagir, trocar experiências e ter consciência do que desejam alcançar, quando estão envolvidos com o seu negócio.

Somente com o entendimento e noção dos problemas dos clientes internos é que uma empresa estará capacitada para oferecer soluções eficazes ao público.

Além de engajar todos na participação ativa de planos de ação para o crescimento do negócio.

Desenvolvimento de objetivos e metas

Uma compreensão das dores de clientes internos e externos auxilia negócios na definição de metas.

Há uma necessidade em entender o que está acontecendo na empresa para que o plano direcionado aos consumidores seja desenvolvido de maneira sólida.

Ao ter esses pontos esclarecidos, pode-se, então, partir para a criação de objetivos SMART — metas específicas, mensuráveis, alcançáveis, realistas e sensíveis ao tempo.

Explicamos a importância do alinhamento da comunicação interna em uma empresa no vídeo abaixo. Confira!

Priorização de táticas e estratégias

Determinar os objetivos a serem alcançados, definir o tipo de mensagem a ser transmitida para o público, quais canais utilizar, estabelecer um orçamento para impulsionar campanhas e encontrar o período ideal para avaliar os resultados.

Estes também são aspectos e práticas que estão no escopo de uma comunicação estratégica.

De todo modo, é importante que a escolha dos métodos usados para atingir as metas empresariais sejam feitas em conjunto.

Contando com o envolvimento de ponta a ponta dos indivíduos que fazem parte das tomadas de decisão da empresa.

Definição de métricas, prazos e responsabilidades

É crucial delegar responsabilidades e prazos para que o planejamento seja aplicado de forma eficiente.

É parte da comunicação estratégica — e função dos gestores — esclarecer quais são os planos de ação, como eles devem ser executados, como as métricas devem ser acompanhadas, como a apresentação de resultados será feita e porque tais ação podem gerar resultados.

Os pilares da comunicação estratégica nas empresas

A importância da comunicação estratégica em uma empresa é sustentada pelos seguintes pilares:

O que, como e quem

Cada um desses três pilares atua em um nível diferente da comunicação estratégica e são determinantes na hora de selecionar as ferramentas e abordagem corretas.

  • O que”, se trata da mensagem. É como se determina que tipo de informação será transmitida ao público;
  • Como”, esclarece qual o canal de comunicação será utilizado para isso, tendo como base o ambiente em que a audiência se encontra, e;
  • Quem”, determina a audiência. É aqui que os consumidores devem ser segmentados para, então, poder criar os planos e as metas.

Função tempo

O tempo é o maior aliado que qualquer ação estratégica. A razão disso é que, não importa qual seja o seu plano de negócios, todos eles levam tempo para serem desenvolvidos, aplicados e gerar resultados.

Desta forma, utilizar um calendário para elaborar um cronograma é indispensável.

Com isso, será possível determinar um período para avaliar ganhos, comparar as reações e identificar o que funcionou o que não trouxe resultados e o que precisa ser melhorado.

Planejamento e processo

Uma etapa crucial na implementação da comunicação estratégica é o desenvolvimento de fluxos de informações por meio de canais eficientes. É por meio deles que a empresa interage com o público.

Esse desenvolvimento precisa ser muito bem elaborado, a fim de monitorar e mensurar os resultados de maneira eficaz.

Pivôs e “embaixadores”

Esse pilar da comunicação estratégica exige que determinados pivôs sejam utilizados.

Isso significa identificar perfis de liderança dentro e fora da empresa e usá-los como ferramentas nos planos de ação do negócio.

Os profissionais mais qualificados serão capazes de levar o nome da companhia até a audiência e fidelizá-la.

Executar os planos de comunicação estratégica nas empresas é essencial para nutrir um bom relacionamento com o público e prosperar como negócio.

É imprescindível que os papéis de cada profissional responsável pela aplicação da ação estejam bem definidos, como diretores, gerentes e coordenadores de comunicação.

Dessa maneira será possível garantir que o discurso transmitido teve um processo de apresentação eficaz, compreensível, transparente e legível para todos os clientes, colaboradores e parceiros, capaz de prender a atenção de todos.