1

Manual de Identidade Visual: O passo a passo para criar um em sua empresa

10 minutos para ler
admin
Por Marketing

O Manual de Identidade Visual, também conhecido como Manual de Marca, é um documento contendo um conjunto de recomendações, especificações e normas essenciais para a utilização da marca de uma empresa.

Você já parou para pensar em quanto a identidade visual de uma marca é importante? Se não, é hora de olhar com carinho para este detalhe e começar a trabalhar em um Manual de Identidade Visual para o seu negócio.

Afinal, este será o primeiro contato que o seu cliente terá com sua empresa. Sem um visual que condiz com aquilo que a marca deseja passar, nem mesmo o público saberá o que pensar sobre aquela empresa.

Por isso, preparamos um guia completo para sua empresa criar um Manual de Identidade Visual. Anote todas as dicas e passos abaixo, e garanta uma ótima primeira impressão para o seu público!

O que é uma Identidade Visual

A identidade visual de uma empresa é o conjunto de elementos e propriedades visuais que, juntos, representam visualmente toda a ideia por trás do produto, nome, empresa, instituição ou serviço.

Geralmente, estes elementos formam um símbolo visual, que se torna vivo através das cores, tipografia e desenhos que precisam ser identificados pelos consumidores.

Tudo isto irá traduzir o conceito de todo o negócio, por isso a sua importância. Afinal, a identidade visual será o que tornará sua empresa atraente para o consumidor. De forma resumida, a identidade visual será a “cara” da marca de sua empresa.

Este conceito estará estampado em todos os lados do negócio. Seja quando alguém tem acesso ao seu cartão de visitas, no site ou até mesmo em embalagens. Essa será a maneira como as pessoas enxergam, lembram e reconhecem a marca.

O conceito pode até parecer ser relativamente simples, mas a prática é bem diferente. Sem uma identidade visual que reflita a real essência da empresa, vários problemas podem surgir.

Como, por exemplo, querer atrair determinado público, mas atingir outro completamente diferente. Este é um caso claro de mau alinhamento do posicionamento de mercado da empresa, refletido nos aspectos visuais dela. O que será uma perda de tempo e dinheiro, não é mesmo?

Por isso, continue conosco para aprender tudo sobre a criação de um Manual de Identidade Visual e como construir uma imagem coerente com a sua marca, para atrair os clientes certos!

Dicas para a criação de uma Identidade Visual

Antes de começar a construção ou reconstrução do manual de identidade visual da sua marca, é essencial documentar todo o processo. Pois isso servirá como um guia para definir o padrão visual.

Com isso, é hora de reunir todos os dados sobre a marca. Como dados técnicos, análises, especificações e todas as informações que poderão servir como referência para a criação de qualquer outro produto ou serviço da sua empresa.

É um processo que requer dedicação, criatividade e união de toda a equipe de marketing, vendas e design.

Para tornar mais fácil essa etapa, separamos algumas dicas essenciais para expressar o que sua marca é!

  • Crie um visual que seja coerente com a ideia por trás do conceito da marca, mas que possa se adaptar facilmente à diferente formatos. Ou seja, crie algo que seja consistente, mas flexível;
  • Pense em algo marcante para os consumidores. Todo mundo conhece o M amarelo do McDonald’s, certo? Este tipo de logo é algo simples, mas visualmente inesquecível;
  • Colete todas as sugestões das equipes e tente transformar em um ponto em comum. Afinal, sua identidade visual precisará se adaptar aos diferentes momentos que a empresa passará;
  • Não tenham medo de abusar da criatividade. E também não tenham medo de inovar, pois o objetivo aqui é criar algo único no mercado;
  • Entenda também os gostos da sua persona. Afinal, é o seu cliente sendo representado e todos os elementos visuais precisam atrair a persona;
  • E, por fim, planeje bastante a identidade visual. Evite erros amadores, como a escolha de cores exageradas, não entregar o trabalho para um design profissional e ignorar a organização em todo o processo.

Temos um artigo completo sobre o tema, mostrando a importância dos aspectos visuais e ensinando como avaliar quando é a hora de mudar a identidade visual em seu negócio. Para ler, basta clicar AQUI.

Passo a passo para a criação do Manual de Identidade Visual

Sabendo o que é e como criar o manual de identidade visual da sua empresa, com certeza o trabalho de toda a equipe será mais fácil. E, para facilitar ainda mais, vamos ao passo a passo para criar o manual de forma completa.

Lembre-se que este será o material que toda a equipe irá consultar para a criação de, por exemplo, layouts para as redes sociais. Então, ele precisa ter todas as informações muito bem organizadas. Vamos lá?

1. O briefing de ideias

O primeiro passo, como em qualquer outro projeto que envolva a criação de algo, é o briefing de ideias. Sem isso, ficará praticamente impossível reunir todas as ideias que deverão ser repassadas para a persona por meio do visual.

Todos os pontos relevantes para a criação do manual de identidade visual são colocados no briefing. É o momento para encontrar todas as respostas necessárias para definir o conceito da empresa e como ela será refletida.

Para criar um bom briefing, pense em detalhes, como:

  • Como seu produto poderia ser descrito?
  • Como a empresa deve que o público identifique a empresa (mais descontraída, mais séria, etc)?
  • Quem é o seu público-alvo?
  • Quem são seus concorrentes?
  • Como sua empresa se diferencia dos concorrentes?

Estes dados ajudarão no caminho para a construção do manual de identidade visual, do começo ao fim. Além de responder a estas perguntas, lembre-se dos detalhes técnicos ditos mais acima e, também, do orçamento disponível para tal.

2. Vamos para o Brainstorming

O principal ponto do brainstorming é que nenhuma ideia é previamente descartada. De todas as coletadas, com certeza algumas serão essenciais para criar o manual de identidade visual.

Por isso é tão importante o trabalho em conjunto das equipes. Com as ideias reunidas, o primeiro esboço da identidade visual surgirá. Essa etapa onde a criatividade deve fluir livremente, mas é preciso considerar alguns fatores importantes:

  • Primeiro, evite realizar o brainstorming em um horário onde a equipe estará naturalmente mais cansada. Converse com todos e encontre a hora onde todos se sentem mais animados.
  • Segundo, deixe claro exatamente qual a proposta daquela reunião e os objetivos que todos devem trabalhar para conquistar.
  • Por fim e não menos importante, lembre-se que as ideias devem ser levadas em conta (todas mesmo!).

3. Mapeamento dos interesses e gostos da persona

Acima, citamos a importância de ter a persona bem definida para identificar os gostos e facilitar o reconhecimento da marca por parte desta persona.

O visual da marca precisa se conectar com o cliente, por isso, entender se o cliente quer algo mais descontraído ou mais sério, por exemplo, será essencial.

Criar e definir a sua persona é determinar a personalidade que a marca deve ter e como chegar nesse ponto sem dificuldades. Tudo isso será definido no briefing.  

Definir o tom e voz da marca tornará mais fácil a tarefa de dar uma cara para a empresa, que esteja em harmonia com o que o público quer e com o que mercado deseja.

4. Defina a fonte, cor e estilo

Agora que a parte “teórica” está definida, é hora de passar as ideias do papel para a parte prática. Todos estes dados e informações serão bem aproveitados pela equipe de design, que ajudará a definir melhor questões como cores e formas a serem utilizadas.

Lembrando que este trabalho deve estar nas mãos de profissionais qualificados, afinal, é a imagem da sua empresa que está em jogo.

Mas, existem dois fatores que você deve estar ciente para encontrar a identidade visual perfeita.

  • Primeira é a tipografia a ser utilizada, que deve ter perfeitamente legível para o público.
  • E a segunda é a paleta de cores, que irão exercer um papel fundamental em tudo que irá envolver o design e reconhecimento da empresa.
Guia apresentação de impactoPowered by Rock Convert

Como aplicar a Identidade Visual de sua empresa

Após toda a parte de criação da identidade visual, é hora de apresentá-la para o público definitivamente.

Ao compreender a persona e seus hábitos de consumo, será mais fácil decidir em quais meios e locais a marca precisa ser melhor divulgada.

Cada empresa tem diferentes canais e meios de veiculação. Por isso, as possibilidades de apresentação da identidade visual e aplicação da marca em diferentes locais são diversas.

Desta forma, durante o processo de criação, pense nas diferentes formas que a marca poderá ser vista.

Alguns exemplos de locais onde a identidade visual poderá ser aplicada são:

  • O logotipo, que estará estampado em todos os meios possíveis;
  • No site da empresa;
  • Em produtos físicos;
  • Nas suas redes sociais;
  • Nos vídeos que sua empresa divulgar;
  • Nas propostas comerciais enviadas aos clientes;
  • Em cartões de visita;
  • Nas apresentações em PowerPoint que sua empresa realizar.

Exemplos de Manuais de Identidade Visual

Para ajudar você a se inspirar na criação do Manual de Identidade Visual da sua empresa, vamos apresentar alguns manuais completos e que ajudam organizações a demarcarem a presença de sua marca no mercado.

O primeiro exemplo é o RIO +20. Trata-se da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável,que foi realizada de 13 a 22 de junho de 2012, na cidade do Rio de Janeiro.

O evento apresentou tratados e regras internacionais a respeito das Mudanças Climáticas e, por isso, o Manual de Identidade Visual do RIO +20 é fundamental para todos os documentos e apresentações que circulam até hoje, a partir da Conferência.

Para conhecer este Manual, basta clicar AQUI.

Quando se trata de uma grande empresa, o uso da imagem e da marca deve ser tratado com o máximo zelo. E este é o caso da Oi, uma das principais operadoras do Brasil e que apresenta um Manual de Identidade Visual muito completo.

O Manual da empresa apresenta desde o uso correto das cores da marca, passando pelo tom de voz correto nas peças de comunicação e chegando até o uso em animações.

Para conhecer o Manual de Identidade Visual da Oi, basta clicar AQUI.

Conclusão

Esperamos que, ao chegar até aqui, você e sua equipe saibam exatamente como criar o manual de identidade visual da marca e como expressar tudo aquilo que desejam.

Quando se tratam de apresentações, por exemplo, um dos pontos mais importantes é o Design. Por isso, em nossa Metodologia CDP, o Design está entre o Conteúdo e a Performance, para entender aquilo que compõe as grandes apresentações.

É um processo trabalhoso, que demanda a participação massiva de todos. Mas lembre-se que se trata da imagem da empresa e desfazer uma primeira má impressão será uma missão ainda mais difícil!

Junte a equipe, coloque as ideias no papel e entregue estas informações para os designers fazerem a “mágica” acontecer!

Guia de identidade visual para empresasPowered by Rock Convert

Vai sair de mãos vazias?

Baixe o nosso Guia de Apresentação de Impacto

E veja na prática como criar apresentações impactantes que vão surpreender o seu público!
BAIXAR AGORA
close-link